quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

Férias de verão na montanha.

As férias estão chegando ao fim … dois dias para ser mais exata e minha mente calma, agradece!

Agradeço pelas noites frescas, deslumbrates, estreladas com suas belas luas…  crescente, cheia e agora minguando.

Por lindos dias ensolarados dando pequenos espaços a chuva refrescante que ora vinha acompamhada de ventos loucos e apaixonados, ora em forma de suaves brisas duradouras….

Agradeço ao magnífico arco-íris  que nos deu a honra de sua presença e ainda falando das chuvas, de todas as espécies, que ora violentas acompanhadas dos dramáticos raios e trovões ora suaves como nectar…  agorinha mesmo num calor escaldante, ela surpreendentemente, veio em forma de granizos que pareciam pipocas de cristal pulando no gramado verde e fresco.

A natureza me presenteou nesses 25 dias, todos os dias e de tantas maneiras que não tenho palavras para agradecer.

Foram dias de enorme apendizado interior e de descobertas simples, que de tão simples, a gente nem se dá conta

Descobri que adoro cozinhar com ervas que curam a dor e trazem alegria … que adoro andar com pés descalços, que adoro varrer a casa, lavar  pratos olhando o horizonte, caminhar com meus cachorros e meu marido … Adoro ficar quieta , apenas contemplando!

Finalmente, sem pleonasmo, gosto mesmo de cozinhar, amar e rezar !!!!

Ficamos isolados em nossa casinha, literalmente no topo da montanha, descemos para cidade apenas duas vezes rapidamente para repor suprimentos e almoçar com um antigo e querido amigo, porém… mesmo sentindo alegria de estar ali naquela pequena villa rodeada por montanhas sentimos uma vontade enorme de voltar para nosso refúgio onde a natureza bruta nos esperava , onde o silencio quase absoluto nos fazia companhia.

Digo isso, por que aqui é tão bom sentir o que realmente temos que até a música …sejam mantras , clássicas ou what ever , a gente sempre acabava optando pelo purismo e assim pude notar que o silenio absoluto não existe, mesmo na natureza mais silenciosa… ele só pode ser absoluto em nossa mente compassiva e amorosa.

A gente é fazedor , realizador … então a gente não para o movimento do corpo ativo, da mente criativa e assim fizemos muitas coisas em nossa casinha  construindo espaços com sementes novas mas sempre num movimento interior tambem ativo, porém,  silencioso e de enorme auto-percepção.

Acredito que essas foram as melhores férias que já tivemos em toda nossa vida, contando com belos lugares que visitei no mundo e foram muitos…

Sabe, ontem eu desci para a villa, sózinha , depois de uma daquelas tempestades apaixonadas e loucas para comprar suprimentos e estava apreensiva pois estou acostumada a meu marido fazer essas coisas …principalmente dirigir em caminhos ingremes e tortuosos em estradas de terra que ficam escorregadias depois de uma chuva forte …

Mas afinal , fui …. enquanto descia e enfrentava meu medo minha mente inteligente me dizia : você está dirigindo uma Subaru 4×4  turbo e você sempre dirigiu muito bem por isso aproveite esse momento de liberdade … e quanto mais enfrentava uma descida perigosa ou uma curva assustadora fui tomando posse da minha força , da minha coragem e fui ficando leve e feliz. Nesse momento em uma curva para lá de perigosa encontrei um gavião bebê parado na cerca e olhando intensamente para mim e em camaralenta passei por êle e olhei para os olhos dele e ele voou … e eu tambem !!!!

Aquele momento foi como um sinal da vida … e assim desci toda a estrada de 12 KM numa alegria de criança… parando para dar carona para duas cianças e dois cachorrinhos viralatas lindos e sujos de barro fomos conversando sobre cachorrinhos e seus nomes, carro bacana e as sutilezas da vida, sem interesse de nada …apenas vivendo aquele momento precioso.

E assim eu fiz minhas compras no mercado, no açougue para os dogs e na quitanda… sem pressa e olhando para cada indivíduo que encontrava com a mesma importância que daria para uma figura da realeza.

Com meu amor de sempre, Neza

 

 

Postado por: neza Comentários: 1 Tags:
domingo, 26 de julho de 2009

Meditação

Desde que decidi passar meus dias sem planos ou controles tenho vivido dias deliciosos!!!!
Acordo e faço aquilo que me dá vontade… outro dia acordei e já passava das 11h, percebi que lá fora rolava uma chuvinha gostosa dando todos os sinais para que eu continuasse na cama… olhei para o lado e vi sobre minha mesa de cabeceira um livro que está ali já a algum tempo e eu nunca arranjo tempo para ele.
Tive uma vontade imediata de ler o livro, antes mesmo do café da manhã e foi o que fiz… Maravilhoso!!!!
O livro é sobre meditação, da Kathleen Mc Donald (Sangye Kadro), do mosteiro Dorje Pamo – Lavaur, França.
Parece que quando paramos de querer controlar nossa vida, abrimos espaço para que uma força maior venha… para nos sinalizar o” O Melhor”.
Já fazia algum tempo que apesar de ser super disciplinada com minhas orações, estava meio relapsa com minha meditação e este livro me disse tudo que eu precisava e muito mais ainda.
Fiquei tão inspirada que passei o dia nesta energia.
Meu marido saiu para buscar mais lenha, então aproveitei a total quietude que se fazia para sentar em minha varanda e meditar.
Me senti presenteada pois a visão que me era oferecida ali era de um fog branco… alvo que abraçava quase todo o terreno, deixando aparecer só o contorno das araucárias, das montanhas mais proximas e do jardim do entorno da casa.
Tudo era mágico e perfeito… a música que os passarinhos entoavam e a brisa fria que tocava meu corpo, já com um cobertor macio aos meus pés, me preparava para a meditação, em tamanha contemplação.
AH! Os presentes da vida!!!!Meditei por um longo tempo, como não o fazia a muito tempo…que delicia…
Por que deixamos de fazer coisas tão importantes e perdemos tempo com tantas bobagens que o mundo nos oferece?
Hoje acordei e pela fresta de minha janela entrava um solzinho timido… daí pensei… que desejo fazer agora??
Do meu coração veio a resposta… Saudação ao Sol!!!
Convidei meu marido e fomos para o gramado, em direção ao sol…
Foi assim que comecei meu dia… estou feliz.

Com amor

Neza

PS Infelizmente não fiz fotos do dia do fog (meditação) mas o Sergio fez lindas fotos da tarde de hoje e vou mostras aqui para voces.

DSC_2241
É neste cantinho que eu posto da Morada da Paz!

DSC_2292

DSC_2288

Postado por: Neza Cesar Comentários: 2 Tags: