sexta-feira, 24 de maio de 2013

Familia Lar Doce Lar, que astral!

 

 

Quando fui convidada para fazer o Lar Doce Lar fiquei muito contente e aceitei imediatamente mas jamais poderia imaginar a história que estava por vir….

Assim , aqui começa um verdadeiro conto….

Aprendi muita coisa e logo de largada, que em Televisão tudo acontece num piscar de olhos , não existe tempo para titubear!

Entre nossa primeira visita a casa da Marlene na cidadezinha de Parapuã  com Luciano Huck e sua equipe  afiada e afinada , até o dia da entrega da casa, foram 15 dias!!!

Isso mesmo, a gente projetou, re-construiu e vestiu a casa em 15 dias!!!!!

Dia 10 de abril, uma quarta feira cedinho chego ao aeroporto de Congonhas em São Paulo, rumo a Presidente Prudente e de lá,  um carro  da Globo me esperava para me levar até um  Hotel pitoresco e aconchegante de Oswaldo Cruz , uma pequena cidade a 15 minutos de Parapuã.

Quando cheguei lá,  encontrei aquela equipe de profissionais que acabariam se tornando uma família do bem para mim , enquanto construíamos o sonho da familia da Marlene.

Estava ali conhecendo alguns, me aproximando mais de outros que tinha acabado de conhecer e sentindo maior energia de frescor e alegria no astral!

Que delicia!

Enquanto eu estava divagando e  meio perdida,  escutei alguém  passando como um foguete,  mais tarde descobri que era a Luli, avisando que o helicóptero do Luciano tinha acabado de pousar e percebi que naquele instante como um cronometro todos estavam a postos!! Achei aquilo o Máximo, tinha uma ordem em comum que tempo não se desperdiça, que é valioso e tinha no ar uma competência de todos e de cada um deles individualmente. Uma integração forte e uma ausência de ego genuína que mais tarde, com a convivência constatei que era real. Em nenhum momento houve discórdia, temperamentos exaltados ou jogo de poder. Nunca houve um falar raivoso ou mau humor. Sempre tudo se resolvia de maneira criativa, todos em harmonia e alegria!! Um ajudava o outro como uma malha trançada, com as pontas firmes e as que ainda estavam soltas iam se fechando com habilidade e foco!

Para mim, foi uma surpresa agradável e vinha de encontro com o que eu e  Serginho acreditamos e vivemos.

Minha primeira reunião com o líder Luciano  foi fácil, rápida, espontânea e forte!

Na minha humilde visão ele é um homem focado, muito inteligente, sensível, veloz, sabe o que quer, o que não quer , tem alegria  no que faz, além de uma  humildade nas entrelinhas de seu comportamento e a generosidade  marcada claramente em sua natureza.

Com tudo isso nada poderia sair errado por que da minha parte eu sabia quem eu era, então, ali começou um trabalho com todos os componentes das melhores especiarias….

Nesse mesmo dia, fui apresentada para a Maratonista, costureira, bordadeira e dona de casa Marlene, seu marido  Dante, alem de seus filhos Mateus de 3 anos, Natalia de 15 anos.

Voltei para São Paulo pensando na história daquela família, de cada um deles e o que mais me chamou a atencão foi que apesar de todas as restrições materias em que eles viviam senti que ali existia o mais importante ingrediente : Existia uma familia de amor e aonde existe AMOR,  há  harmonia e alegria.

Fiquei  muito motivada e mal desci do avião já planejava a execução do projeto  com a arquiteta Carina que me acompanhou em cada passo desse trabalho relâmpago mas profundo que fizemos todos juntos.

Aliás, ela com sua tranquilidade e bom humor lidava de forma sempre positiva com tudo e com todos. Ficamos Best Friend !!!!

Foi uma maratona, eu me sentia em plena gincana nesse processo. Serginho e eu mergulhamos nesse projeto e enquanto tudo isso acontecia nosso Home Office passava por uma reforma geral de piso e pintura, podem imaginar  no estado de alerta e foco que tínhamos que manter?

E assim foi entre compras na Telha Norte, Tok Stok, o tapeceiro  Mozart  fazendo capas de poltronas e  cabeceiras de cama, Paulo pirando nas  cortinas, almofadas e afins alem dos tecidos que escolhemos até a hora de fechar a loja do Maluhy, a gente ia… fechando um dia e abrindo outro com as cúpulas  que desenvolvi com a Angela chegando de  Joenville, o jardim de ervas e frutíferas da Maringá  saindo do papel, as pinturas da Verena, a cartela de cores da Suvinil ou  uma escolha difícil, de tanta coisa linda que tinha, numa imensa linha de cama, mesa e banho da Santista.

EU  sabia que  tinha que ter um  bom maestro  naquela trilha sonora que a cada minuto ficava mais afinada e boa de se ouvir!!!

Eu e o Serginho nos alternávamos entre as madeiras da região, garimpos,  fotografias dos troféus  e todo o mais  enquanto a Flavinha e a Carina corriam no projac com as plotagens, com os restauros que estavam sendo feitos e junto com a Dani o quarto de costura criava vida em cada detalhe que a gente inventava ou executava… parecia uma fábrica de sonhos a milhão e todos as engrenagens eram importantes, vitais e se entrelaçavam entre risadas e sustos divertidos !!!

Isso tudo era amparado numa outra equipe de produção super afiada, séria e competente que agilizava muita coisa com a maestria detalhista e perfeita da Luli e da Barbara . Outras duas figuras importantísimas para mim foram o Leonardo Fiorito, diretor  que me dirigia  com firmeza e paciencia e me ensinou muito alem do Fernando de Castro, roteirista que com sua inteligencia e perspicácia dava o tom da música!

Tanta gente legal…. todos eram importantes, como o João empreiteiro e toda a equipe de obra, o Bom- Bom que me resolvia todos os pepinos sempre com humor e sorriso estampado no rosto, sem falar no Jorge Afonso,  que tem uma habilidade na perfeição, aonde ele põe a mão não tem erro!

Jamais esquecerei do Marcos, motorista que me guiou em toodos os sentidos!!!!

Olha, não posso me lembrar de todos o nomes mas me lembro de todas as faces felizes e satisfeitas desta familia Lar Doce Lar e isso importa muito para mim!!!

Fui para obra na semana seguinte e foi uma farra por que no meio da seriedade do trabalho levei lanchinho Ayurvédico para todo mundo, elixir da saúde e acabamos meditando e cantando… hahahahah

Saimos de lá com todas as dúvidas sanadas e deixamos para trás uma equipe motivada e uma obra a todo o vapor!

Semana seguinte foi uma loucura pois alem de nossa rotina intensa de trabalho tínhamos que montar todo escritório que estava ficando pronto  depois da reforma em dois dias para a gravação de  conteúdo do quadro Lar Doce Lar.

Feito isso, passamos para a ultima semana de obra e assim fui para Parapuã morar lá quase toda a semana…

Foram dias indescritíveis em  manhãs frescas, tardes quentes e  os mais lindos Sunsets que já vi em toda minha vida onde  me embriagava nos degradees  das  cores em  gamas de vermelhos, rosas e liláses  anunciando a noite num azul anil  que só vi na India!

Dias de muito trabalho mas tambem de  grande alegria experimentada por todos que ali estavam, a gente podia sentir no ar!

Tudo parecia fluir como uma magia e assim chegamos no ultimo dia de trabalho intenso em total harmonia e bom humor, tinha horas que eu só escutava meu nome por todos os lados da casa… Neza! Neza! Neza!!!!!

Eu corria de lá para cá atendendo a todos e podia ver que ninguem estava  parado.

Havia ali  um movimento que se movimentava com enorme energia criadora  por tudo e por todos… que sensação deliciosa!

Quando escureceu e tudo estava pronto,  toda equipe foi para o Hotel e só ficamos eu e o Serginho na casa.

Eu gosto de ficar a sós com minha obra quando tudo parece pronto e assim fiz…. na quietude da noite eu andava pela casa com meus pés descalços, sentindo a vibração dela e  ascendendo incensos de sandalo ia  visualizando alegria e felicidade para aquela família que estava para chegar!

Assim… cortei o cordão umbilical e fui para o Hotel encontrar nossa tribo querida,  embaixo de uma arvore majestosa,  aonde comidinha caseira se encaixava  entre risos e conversas alegres  numa noite azul anil  que nos abraçava e nos iluminava com suas milhares de estrelas!

Muitos beijos coloridos e saltitantes, Neza

 

 

Luciano Huck me apresentando para a Marlene e sua família…

 

 

 

 

 

Fernando Maluhy nos ouvindo e depois Carina e eu morrendo de rir ao perceber que com nossa loucura pelos tecidos maravilhosos estávamos deixando nossos atendentes doidos!

 

 

 

 

Carina e eu concentradas na Tok Stok …

 

 

Cartela de cores, um tonico para a vida!!!!

 

 

Flavinha a todo vapor… foto do Serginho indo para o lugar dela… tudo se movimentando!

 

 

Maringá no comando do jardim de ervas, frutíferas e flores …  Lindo, útil e cheiroso!

 

 

Verena Matzen em plena ação!

 

 

 

Como eu falei… ninguem ficava parado!

 

 

Em primeiro plano está o  arquiteto Rafael com o Bom-Bom e logo atrás de camisa verde o Jorge Afonso.

 

 

 

Ninguém ficava parado e todo mundo trabalhava com alegria!

 

 

 

Todo mundo a milhão mas sem stress ….

 

 

 

Flavinha e Dani organizando no mundo virtual  e ao mesmo tempo no mundo real.

 

 

 

Vanessa em primeiro plano e eu ali atrás saindo para almoçar com a galera toda!

 

 

 

Volta do almoço ,  enquanto resolvemos detalhes do jardim , Leo direciona sua equipe de filmagem!

 

 

 

Montando o atelier de costura …

 

 

 

Suvinil para lá … Suvinil para cá…  colorindo … indo ….lindo !

 

 

 

Dani, Rayane , Flavinha, Carina e Luli , minha família Home suite Home  :)

 

 

Leo me dirigindo!

 

 

 

 

Assim … um suave sorriso aparecia em meus lábios desenhando aquela alegria inabalável e sem nenhum esforço eu percebia minha mente contente que silenciosamente observava a natureza!

 

 

 

 

 

Postado por: neza Comentários: 13 Tags:
terça-feira, 16 de outubro de 2012

Tsa Tsa Wall… pode ajudar!

 

 

A vida moderna aonde tudo é Fast tem seus encantos mas tambem tem ali uma enorme armadilha.

Há muito tempo atrás, acho que  inicio dos anos 80, li um livro chamado A Arte de amar, do Erich Fromm que me pegou forte num parágrafo  e que me pega até hoje…

Dizia que o homem moderno inventa  a todo momento , máquinas para nos fazer gastar menos tempo, porém… o ser humano não sabe o que fazer com o  tempo que ganhou…

Interessante que eu li e pensei muito a respeito… `a 32 anos atrás!!!  e agora??? o que acontece ????

Vivemos num universo FAST… tudo é fast!!  Fast food, fast fashion… fast read… as pessoas não tem tempo para nada, estão  sempre estressadas e querem resolver tudo rápido.

Não escutam e não reconhecem nada que fuja de suas vitrines Padrão!

Hoje, se a pessoa tem insonia, desconforto emocional, medos… insatisfação interior, stress, transtorno de  humor e  muda como uma folha ao vento, raiva… e blá blá blá !!!

Resolve tambem com rapidez ,  como?

Infelizmente,  uma grande maioria, toma remédio e daí … dorme bem, fica mais tranquila, mais estável!!! Que maravilha.

Mas, a que custo???

Por que não gastar mais tempo consigo mesmo e com significado? Por que não buscar dentro de si mesma aquilo que te irrita no outro ou nas circunstancias da vida?

Por que não escutar e experimentar aquilo que nem sequer se deu a oportunidade de ter a experiencia e já está rotulando disso ou aquilo?

Por que perder  tantas horas em uma  vida virtual, em relacionamentos virtuais  e não reais ou de frases bonitas  e de efeito ?? Viver como caçadores de elogio e não gastar algum tempo realmente, com uma prática significativa que pode realmente trazer melhorias para sua vida?

Por que seguir a onda de todos e não escutar o seu coração?

Por que só enchergar o que é obvio ?

Por que viver na superficie, sempre?

Por que nåo se aprofundar, ao menos… as vezes, para começar?  ou ….para variar?

Por que não olhar e se deixar enxergar por  algo que é novo?

Então… podemos começar pela Tsa Tsa Wall, uma reliquia delicada no Decor!

Em  uma das vezes que estive em Barcelona, descobri a Casa del Tibet e virei habitue do lugar… pela energia refinadamente boa e pela beleza.

Tudo lá me encantava e foi ali que vi pela primeira vez uma parede inteira de nichos com  pequenos Budas inseridos, que mais tarde descobri que o nome daquela lindeza era  Tsa Tsa Wall.

Tsa Tsa são estatuas budistas feitas de gesso e apesar de ter uma forma, cada uma delas é diferente, pois são preparadas artesanalmente, segundo as tradições seculares do Budismo Tibetano, podendo apenas ser confeccionadas, por monges e Lamas,  em materiais e reliquias sagradas que só os Lamas tem ascesso.

Por que ter? Alem da beleza intrínseca, ela traz para o local aonde está  a leveza da bondade genuína e da benção pura e intacta pois foram consagradas para emanar bençãos de paz a todos aqueles que a contemplarem. Imagina então, aqueles que tiverem em suas casas?

Como o próprio Buda ensinou,  em todos os momentos em que tivermos a oportunidadede  de ver estátuas e imagens sagradas como as Tsa Tsas, seremos preenchidos de marcas positivas.

Por experiencia própria, sei a diferenca que faz para o lugar aonde estiver pois tive a oportunidade de compra-las.

A boa notîcia é que podemos compra-las aqui no Brasil e em São Paulo.

O link é www.facebook.com/TsaTsaWall  ou p solicitar o seu orçamento no email tsatsawall@gmail.com

Assim, sinto que realmente consegui compartilhar, a preciosidade que é a oportunidade de  poder ter ou dar a alguem querido, uma  Tsa Tsa Wall, que pode ser pequenina ou do tamanho de uma enorme parede!

Com amor, Neza

 

Na Casa del Tibet em Barcelona… Toda a parede… Tsa Tsa Wall!!!!

 

No programa do Ronie Von, lá atrás, sobre a lareira em laca beaujaulais,  quando fiz o cenário….

 

Uma pequenina no living de nossa casa mas que já estamos preparando para uma parede inteira…….

Postado por: neza Comentários: 4 Tags:
segunda-feira, 30 de julho de 2012

DESEOS!!! O restaurante pronto!

 

 

Enfim… pronto!

Depois de tanta correria, muitos pequenos detalhes…  afinando cada um deles  com o todo!!

Dificil finalizar, com ainda… muita gente em volta.

Cada um fazendo sua parte… alguns, dando palpites…  outros, no Stress do medo pelo novo, Alteradissimos!!!!  então, a gente tem que se isolar interiormente e ficar em nossa  propria energia, em nosso equilibrio  interno, bordando cada detalhe em imensa paz e alegria!

Saber que a gente é senhor de si mesmo e que aquela confusão, raiva e humores alterados fazem parte e que são oprtunidades para a gente testar nosso equilibrio interno, nossa força de paciência!

Geralmente é na festa de inauguração que essa alegria interna é compartilhada… aonde todos se alegram!!!

Aonde o alívio acontece, de verdade!

O Deseos foi inaugurado e já está a todo vapor… com reservas fechadas por  semanas, todos adorando a comida e o decor!!!!

Sem falar na Imprensa que só tem elogios.

Ufa!!!!  mas eu sabia que isso iria acontecer pois a comida do  Chef Andrea Fioravanti é realmente especialissima  e ele  conta com  seu  grande  amigo e companheiro que é o Su Chef  Claudio Romano, Impecável!!!

Alem do Decor!!  Com  ambiente  alegre, irreverente, ousado  e acolhedor!

Exatamente como é a personalidade do Andrea e foi exatamente o que ele sonhava e me passou.

Com a força e a confianca que Sergey  Zolatarev  depositou no veio artista do Andrea… nasce uma parceria vencedora!

VIVA!

Com meu amor de sempre, Neza

 

 

 


 

 

 


 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Postado por: neza Comentários: 16 Tags: